Posts com a Tag ‘novas mídias’

Residência LABMIS está com inscrições abertas

terça-feira, outubro 5th, 2010

Realidade suspensa, trabalho de Anaísa Franco

A Residência LABMIS é um projeto do Museu da Imagem e do Som de São Paulo que visa criar um espaço de reflexão, troca de conhecimento e experimentação em novas tecnologias. Os artistas selecionados tem orientação de críticos de arte, artistas e técnicos, bem como acesso ao Laboratório de Novas Mídias da instituição. Ao final do período de residência, os participantes têm os trabalhos produzidos exibidos na Mostra LABMIS e incluídos em catálogo da coleção MIS. A primeira edição foi realizada em 2009 e contou com a participação de artistas como Anaísa Franco e Claudio Bueno, finalistas na categoria início de carreira do 8º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia. Na edição de 2010 foram contemplados Denise Agassi, o grupo Al Revés, entre outros. As inscricões para 2011 serão aceitas até 24 de outubro no MIS. Saiba sobre os projetos que foram selecionados no edital de 2010 e veja como se inscrever no site do MIS.

Os finalistas do Conexões Tecnológicas 2010 serão divulgados até o dia 14 de outubro. Conheça os trabalhos inscritos e siga o Festival no facebook e no twitter.

Web e participação: a democracia no séc. XXI

sexta-feira, setembro 24th, 2010

Na próxima terça, dia 28 de setembro, Drica Guzzi lançará o livro Web e Participação: a democracia no século XXI, Editora Senac São Paulo e Escola do Futuro (USP).  Drica é Coordenadora do LIDEC – Laboratório de Inclusão Digital e Educação Comunitária da Escola do Futuro/USP e dos Programas de Inclusão Digital AcessaSP e Acessa Escola, do Governo do Estado de São Paulo. É uma das fundadoras do Projeto do Lixo Eletrônico no Brasil. Atualmente faz doutorado na PUC/SP, mesma instituição onde desenvolveu seu mestrado. Seu livro traz uma interessante análise dos movimentos de redes sociais no Brasil via Web 2.0 e sua relação com o conceito de democracia e os dispositivos de participação ampla, apontando caminhos sobre como podemos progredir em ações democráticas através da internet na contemporaneidade.

Os finalistas do Conexões Tecnológicas 2010 serão divulgados até o dia 30 de setembro. Conheça os trabalhos inscritos e debata sobre a produção universitária em nosso ning. Siga o Festival também no facebook e no twitter.

Entrevista – Val Sampaio

sexta-feira, julho 16th, 2010

Imagem do Projeto Cidade Rede, de Val Sampaio

A partir de hoje o blog do Conexões Tecnológicas inicia a publicação de uma série de entrevistas exclusivas com artistas e professores de referência para os campos de abrangência do Festival. Nossa primeira entrevistada, Val Sampaio, é artista, pesquisadora e professora da Faculdade de Artes Visuais da UFPA. Desenvolve projetos que envolvem novas mídias e processos coletivos de criação, além de coordenar o Grupo de Pesquisas “Territórios Híbridos”, da UFPA.

O Grupo Territórios Híbridos (FAV/ICA/UFPA), que você coordena, tem como referência os “agenciamentos coletivos de enunciação”, de Felix Guattari. Como essa noção é trabalhada nas ações do grupo? Fale um pouco mais sobre o Territórios Híbridos.

Compreendo a arte e suas formas de manifestação como agenciamentos coletivos de enunciação, nos termos de Guatarri. Isso significa que a arte “une fluxos semióticos, fluxos materiais e fluxos sociais.” Faço referência a este conceito de em um texto escrito com duas bolsistas de iniciação científica (PIBIC/CNPq), Amanda Carvalho e Ediene Pamplona intitulado “Notas sobre agenciamentos coletivos de enunciação” (ANPAP/2008).

Territórios Híbridos é um grupo de pesquisa e extensão da Faculdade de Artes Visuais (UFPA) onde atuo profissionalmente, como professora, pesquisadora e artista. No grupo, desenvolvemos pesquisas acadêmicas sobre arte contemporânea e suas possibilidades de hibridação. Esse conceito é trabalhado como ferramenta teórica e como fundamento das práticas dos projetos de extensão realizados como exposições, mostras, intercâmbios de artistas, oficinas e workshops. Atualmente, trabalhamos numa atuação mais digital, num portal que reúna e registre com mais agilidade as ações do grupo.

Conte um pouco sobre seu projeto de intervenção pública, CIDADE REDE:

Este projeto é uma multiplicidade: foi realizada intervenção na mídia publicitária de uma radio na cidade de Belém (PA) estimulando que as pessoas publicassem imagens num blog do projeto. Estas imagens também podiam ser postadas na instalação no Laboratório das Artes. O projeto agregou ainda duas outras intervenções públicas, coordenadas por mim. A primeira, “Luz no Manoel”, teve a participação dos artistas Lu Magno, Bruno Cantuária, Pablo Mufarrej, Ricardo Macedo, Eliane Moura e Rafael Moreno. Subimos na cobertura do edifício Manoel Pinto da Silva, um dos ícones do início da arquitetura moderna na cidade de Belém (PA). O letreiro em neon com o nome do edifício estava apagado há muitos anos. A ação grafitou com leds o letreiro. Ficamos algumas horas lá em cima, num ato performático e político para jogar luz para a arquitetura histórica da cidade que está sumindo, sob o silêncio de todos. Não foi diferente com o letreiro: um ano depois foi retirado sem que as pessoas tenham percebido o seu desaparecimento de nosso horizonte. Da segunda intervenção pública participaram também Mariano Klautau Filho, Luah e Aldo Sampaio. Foi realizada uma catalogação das mangueiras da Avenida Nazaré, que foram numeradas com tinta PVA, fotografadas e gravadas em vídeo. Esta intervenção foi realizada dias antes do Círio de Nazaré, que é um fenômeno cultural e religioso de Belém que reúne milhares de pessoas que saem andando em procissão. A intervenção foi em uma das ruas e aguçou a percepção daquele espaço público, buscando a atenção das pessoas para as árvores centenárias que precisavam ser cuidadas e preservadas.

Entre os trabalhos inscritos no Festival Conexões Tecnológicas 2010, você destacaria algum? Por que?

OSRO, Multipoiesis Aestouch é um projeto muito interessante de artemidia que trabalha com conceitos como interatividade e processos colaborativos e formas de partilha do conhecimento da tecnologia que ele está pesquisando.

Qual projeto ou artista você indicaria como referência para o trabalho que você escolheu para comentar?

Messa di Voce - de Christa Sommerer e Laurent Mignonneau (2003). Nesta instalação, um sofisticado software de reconhecimento de voz transforma cada nuance vocal em gráficos complexos e expressivos.

Inscreva-se no Conexões Tecnológicas 2010 até 06 de agosto. Conheça os trabalhos inscritos e debata sobre a produção universitária em nosso ning. Siga o Festival também no facebook e no twitter.

Digital Graffiti Festival

segunda-feira, junho 21st, 2010

Chegou ao fim, na última semana, a 3a edição do Digital Graffiti Festival, o primeiro Festival do mundo dedicado à projeção de grafite digital. O evento aconteceu em Alys Beach, na Flórida, com a participação de 300 artistas, designers de interação e videomakers de 18 países. As obras foram projetadas em prédios emblemáticos do resort e exibiram as últimas tendências na interação entre design, tecnologia e arquitetura. Prêmios de $10,000 foram distribuídos a 5 vencedores, dentre eles o grupo Bala Boyd of Freeport com a projeção Void? e Yandell Walton e Tobias J Edwards com Night Walkers. Veja no site do festival as imagens dos trabalhos.

Inscreva-se no Conexões Tecnológicas 2010 até 06 de agosto. Conheça os trabalhos inscritos e debata sobre a produção universitária em nosso ning. Siga o Festival também no facebook e no twitter.

Flexmania: para você inovar com a plataforma Flash

segunda-feira, junho 7th, 2010

Um dos palestrantes do Flexmania 2010

Quer acompanhar as tendências da plataforma Flash? A segunda edição do Flexmania, conferência que começa amanhã, é um ótima oportunidade. Voltado para desenvolvedores e designers, o encontro acontece até dia 10 de junho e reúne mais de vinte palestrantes com grande experiência no mercado. Através do software Adobe Connect, as palestras acontecem on-line e abordam temas como Flex no Facebook, Desenvolvimento em Adobe Air para Google Android e Introdução a Robotlegs Framework para Adobe Flash/Flex. Projetos open-source também estão na pauta do Flexmania. O evento é gratuito e basta você ter conexão banda larga para participar da sua casa ou trabalho. Cada sala comporta 600 pessoas. Também serão realizados sorteios de bolsas de estudos e licenças do Adobe CS5, WebOrbs e FDT. Participe!

Mais informações: http://www.flexmania.com.br

Festival Conexões Tecnológicas 2010 – mais detalhes, aqui.

Já fez a sua inscrição? A data limite é 18/06.

Veja os trabalhos que já estão inscritos nessa edição.

Clique aqui e debata sobre Artes e Design.

A Leonardo Electronic Almanac está de cara nova!

terça-feira, abril 20th, 2010

Lançada em 1993, a revista Leonardo Electronic Almanac (braço do jornal Leonardo – Journal of Art, Science & Technology) é referência quando se trata da convergência entre arte, ciência e tecnologia. Atualizada com os desafios do mercado editorial, a publicação ganhou cara nova e uma equipe editorial de peso.

O novo formato equilibra a velocidade da informação na rede, o rigor de uma publicação acadêmica e a alta qualidade das publicações impressas. Para isso, cada edição será simultaneamente disponibilizada em versão especial, para leitores de e-book, arquivo PDF e impressões on-demand, onde cada leitor decide o conteúdo de sua revista. Paralelamente, um portal reúne informações, reviews, artigos e textos fresquinhos.

A primeira edição da revista em novo formato ainda está no forno, mas se você quiser saber um pouco mais sobre o que os editores estão planejando é só clicar aqui. E enquanto espera pela primeira edição de 2010 você pode conhecer ou relembrar as edições anteriores aqui.

Festival Conexões Tecnológicas 2010 – mais detalhes, aqui.

Já fez a sua inscrição?

Veja os trabalhos que já estão inscritos nessa edição.

Clique aqui e debata sobre Artes e Design.

Anderson Benelli, PA/AP Paixão e Ascenção/Ascenção e Paixão, 2009

quinta-feira, março 18th, 2010

Anderson Benelli
UAM | Artes com habilitação em Audiovisual e Novas Mídias

Área de participação: Arte

Sinopse do trabalho:
Trata-se de uma vídeo-instalação com aparência de santuário cristão. Nesse ambiente encontra-se uma simulação de “altar/sepulcro” na qual está inserida uma grande pedra de gelo com pouca iluminação oriunda da projeção de um vídeo. Essa iluminação causa mera ilusão retro projetiva surgida do gelo, pois um projetor será fixado no teto (ou parede) de modo que esteja escondido dos olhares visitantes por um cortinado vermelho. Tal projeção – vertical e ortogonal – acrescenta dramaticidade à instalação.

Para que fim foi realizado?
Trabalho interdisciplinar.

Canais pessoais:
www.myspace.com/andersonbenelli
www.youtube.com/andersonbenelli
www.andersonbenelli.blogspot.com
www.twitter.com/andersonbenelli

Resumo do curriculum:
Anderson Benelli – Artista/educador | 2007-2010
> Obras
Reflexo antropofágico, Oxil, PA/AP, Fluxos em conflito, Cidade Favela
2008 | Produção, direção e edição dos videoclipes Lugar ao Sol e Rua das Rimas do grupo de Hip Hop Fora de Frequência
2003 – 2005 | Animaking produções – www.animaking.com.br

> Trabalhos realizados
Projeto: Juro que vi: Iara (curta metragem 2D);
Minhocas (curta-metragem Stop Motion);
Videoclipes: Dogão é mau e Banho e tosa (2D);
Modelagens para bonecos stop motion.