Produção em Mídias Digitais na Universidade

Professores discutem e apresentam um recorte da produção em mídias digitais em diferentes instituições.

Dia 8 de novembro

Hermes Renato Hildelbrand (UNICAMP)atua de forma interdisciplinar nas seguintes áreas: educação, matemática, artes, semiótica, design de interação, desenvolvimento de sistemas hipermídias off-line e on-line e jogos eletrônicos. Em Artes, Comunicação e Tecnologias desenvolve reflexões, pesquisas e produções com abordagem semiótica em linguagem visual através das mídias digitais e de sistemas computacionais. É parte do grupo de artistas SCIArts – Equipe Interdisciplinar.

Marcus Bastos (UAM) – é diretor de trabalhos premiados como o vídeo interativo “Interface Disforme” e o curta-metragem “Radicais Livre(o)s”. É um dos organizadores do Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis/ Vivo arte.mov, de que também é editor da revista online e do blog. É um dos editores do e-book “Apropriações do (in)comum” e autor do livro “Cultura da reciclagem”. Coordena, com Giselle Beiguelman, o grupo de pesquisa “Net Arte: perspectivas criativas e críticas”.

Mario Ramiro (USP) - é professor no Depto. de Artes Visuais da Escola de Comunicações e Artes da USP. É mestre em fotografia e novas mídias pela Escola Superior de Arte e Mídia de Colônia, na Alemanha, e doutor em artes visuais pela Universidade de São Paulo. É artista multimídia e o conjunto de sua obra inclui a criação de intervenções urbanas, redes telecomunicativas, esculturas, instalações ambientais, fotografia e arte sonora.

Sérgio Basbaum (PUC-SP) é músico e mídia-artista, bacharel em Cinema pela ECA-USP, mestre e doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e pós-doutor em filosofia pela UNESP. Atualmente leciona no Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD) e coordena o bacharelado em Tecnologia e Mídias Digitais da PUC.

Dia 9 de novembro

Nancy Betts (FAAP) – é professora de Evolução das Artes Visuais na Faculdade de Artes Plásticas da FAAP. Mestre em Comunicação e Semiótica, já lecionou nos cursos de Pós-graduação lato sensu de Audiovisual e Design Gráfico, do SENAC. É curadora independente e pesquisadora cadastrada no CNPq. Atua principalmente em linguagens da Arte, Tecnologia e Design, nos temas: poéticas de apropriação, intertextualidade, interface crítica, interatividade, semiótica discursiva, efeitos de sentido.

Heloisa Dallari (IED) – é professora de História do Design Contemporâneo nos cursos de Design de Jóias e Design de Produto e de Interiores do Istituto Europeo di Design. Também leciona na graduação em Artes Plásticas, Arquitetura e Produção Cultural e na pós-graduação em História da Arte da FAAP. Também leciona na Escola Panamericana de Arte e Design e na pós-graduação em Design Gráfico do Senac. É doutora em arquitetura pela FAU-USP.

Daniela Kutschat (USP) é professora da FAU/USP e do Centro Universitário Senac. Doutora em Artes pela USP, Desenvolve pesquisa e proposições sensoriais e cognitivas a partir do duplo corpo_espaço e investiga a aplicação de Tecnologias de Informação e de Comunicação ao corpo, objeto, ambiente e cidade. É idealizadora do Conexões Tecnológicas e participou como consultora da segunda edição do Festival.

Jane de Almeida (PUC-SP) é professora e pesquisadora da Pós-graduação em Educação, Arte e História da Cultura na Universidade Mackenzie e do curso de Comunicação e Multimeios da PUC/SP. É curadora independente na área de cinema e artes visuais. Foi professora visitante do departamento Visual Arts da Universidade da California de San Diego (2007 e 2008) e visiting fellow do departamento de História da Arte e Arquitetura da Universidade Harvard (2005). Publicou e organizou vários artigos e livros, dentre eles, Grupo Dziga Vertov (MINC/CCBB) e Alexander Kluge: O quinto ato (CosacNaify). www.remontagemfilmica.wordpress.com