Quatro Inexistentes – 92, Frações de uma Inexistência, 2009

Quatro Inexistentes 
UAM | Design Digital

Área de participação: Design

Sinopse do trabalho:
Uma história de ficção cientifica interativa e fragmentada em diversas mídias (sites, twitter, youtube, livro, dvd) contando a busca do personagem “92″ por todas as suas memórias perdidas. Cada lembrança está escondida dentro da cabeça de outras 91 pessoas. Sendo assim o personagem parte em uma jornada de autoconhecimento e descobre que muitas coisas não são o que parecem, nem ele mesmo é o que acredita ser.

Para que fim foi realizado?
Trabalho de Conclusão de Curso.

Canais pessoais:
Teaser no youtube:
http://www.youtube.com/projetonoventaedois
Sites:
http://www.depositodomundo.com
http://www.noventaedois.com
http://www.quandoeleacorda.com
Blog:
http://www.maquinarama.com
Twitter:
http://www.twitter.com/noventaedois
Flickr (com as peças graficas):

http://www.flickr.com/photos/92inexistentes

Resumo do curriculum:
Wagner Nunes | 22 anos
Trabalha com desenvolvimento de sites e projetos interativos

Gisele Oshiro | 21 anos
Trabalha com ilustração e animação

Luiz Otávio de Carvalho | 24 anos
Trabalha com construção de layouts para materiais digitais e impressos

Daniel Kobayashi | 23 anos
Trabalha com desenvolvimento de layout para web sites e trabalhos de edição de vídeo

Tags: , , , ,

3 Responses to “Quatro Inexistentes – 92, Frações de uma Inexistência, 2009”

  1. Paulo Cesar disse:

    Boa Tarde,
    Antes de tudo, parabéns pelo trabalho. Achei muito interessante a narrativa transmidiática. Um trabalho bemdiferente daquilo que normalmente se vê hoje em dia.
    A fotografia também é de muito bom gosto
    Uma sugestão é para que os vídeos sejam trabalhados de forma a ficarem mais leves. Do modo como está hoje, fica um pouco difícil para quem tem um link de internet mais lento.
    Abraço!

  2. andressa disse:

    Trabalho muito bem feito e bem resolvido. Só tive um pouco de dificuldade na hora de montar o rosto mais de resto tudo ok.
    Parabéns!!!

  3. Alexandre Katayama Tanoue disse:

    Bom, pelo que fiquei sabendo, este trabalho usou-se muito esforço e força de vontade! Parabéns pelo ótimo trabalho com uma narrativa incrível de muita criatividade e pensamento.
    Abraços aos grandes criadores!